Clima seco favorece colheita do café

O tempo seco tem colaborado para a colheita de café em diversas regiões do Brasil. De acordo com o segundo levantamento da safra 2017, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), estima-se que até o final de agosto a colheita chegue aos92,6% no Brasil e 91% em Minas Gerais (maior produtor do grão).

“A expectativa é de que a colheita em Minas termine até outubro. No restante do país, principalmente na Bahia e no Espírito Santo, a colheita deve se estender até dezembro”, afirma o engenheiro agrônomo da Conab, Fabiano Vasconcelos.

O engenheiro diz ainda que o clima seco favorece a colheita do café. “Isso permite a maturação uniforme dos frutos e garante a boa qualidade dos grãos. Além disso, para a colheita mecanizada, o solo deve estar seco, para que as colhedeiras possam trabalhar de forma mais eficiente”, finaliza.

De acordo com a meteorologista da Climatempo, Camila Ramos, o clima vai continuar “amigável” para os cafeicultores. “O ar seco ainda vai predominar na Bahia e em Minas Gerais neste mês de setembro. O interior do Espírito Santo também fica muito quente e com pouca chuva”, afirma.

Para o mês de outubro, a tendência é que as pancadas de chuva comecem a retornar aos poucos nos três estados brasileiros, mas sem prejuízos para as safras de café.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário