Governo argentino consegue eliminar 15% da nuvem de gafanhotos

O Sindicato Nacional das Empresas de Agícola realizou no sábado uma videoconferência com empresas aeroagrícolas da região de Uruguaiana, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul com a Argentina e Uruguai. O objetivo foi repassar aos empresários a quantidade de aeronaves disponíveis imediatamente para uma ação contra gafanhotos, caso a nuvem que está sobre a Argentina acabe se desviando para o território brasileiro. Acompanhe a entrevista no Bem da Terra desta segunda-feira (29), com o presidente do Sindag, Thiago Magalhães.

Compartilhar

Deixe seu comentário